Traduzir

domingo, 2 de dezembro de 2012

Meu jeito de ti amar.


quando não estou legal
sei que fico chato
e muitos mais complicado
mas não consigo me imaginar
longe dos seus braços
portanto se me afasto fico
totalmente perdido
e quando fala pra eu ir dormir
caminho sozinho ao infinito
embora era só você sorrir
pra tempestade ir embora
desculpe se sou carente de mais
e não consigo parar de te beijar
e sempre,sempre pedir mais
esse é meu jeito todo errado
de ti amar..

Luciano Viana

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Meu mundo agora é outro.

Meu mundo agora é outro
tudo esta diferente
nada faz sentido realmente
mas ja nao me sinto morto


Luciano Viana

domingo, 7 de outubro de 2012

Oração


Passa a manteiga no pão
Coloca açúcar no café
Escuta sua preferida estação
E entoa uma oração com fé

Luciano Viana

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Prazer infinito


Na floresta de chão batido
Cavalos soltos a correr
Tudo é festa
Prazer infinito
Pássaros cantam ate morrer

Luciano Viana

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Mentiras e Sorrisos


Como fica ainda aqui?!
Se por vezes é açoitada
Com mentiras e sorrisos
Falsos                            
Acaso gosta da situação
Não sente pena de seu
Coração
Vamos siga em frente
E veja o mundo e sua
Volta

Luciano Viana

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sou um gigante


Distante demais pra voltar
Ao menos posso lembrar
Das horas felizes que marcaram
Meus dias
Agora caminho em terras
Cercadas de medo e crises
Vivo uma batalha a todo instante
Corroe meu corpo uma dor gritante
Mas sigo em frente de cabeça erguida
Tendo a certeza que sou um gigante.

Luciano Viana

sábado, 28 de julho de 2012

Sonho ou miragem


Como sonho ou uma miragem
Entre mito e realidade
Pequenas coisas acontecem
Despercebidas aos olhos
Que as tecem

Luciano Viana

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Realidade


Relativa realidade
Que vai contra as nossas
Necessidades
Impossível não sentir
Dor
Nem que sege apenas
Por alguns segundos

Luciano Viana

terça-feira, 24 de julho de 2012

Simplicidade de nosso Amor


Seu pudesse expressar em palavras
Um pouco do muito que me agrada
Ainda sim não seria suficiente
Para o meu coração eloquente
A simplicidade de tal ato
Fato é essa alegria que surge
Em meu peito
Um desejo incoerente
Apenas de escutar sua doce voz

Tamanho encanto e meiguice
Que nem mesmo uma paixão
Feroz
Conseguirá ser tão sublime
Faz com que uma multidão se sinta

Meu amor por você
Vai além de letras e silabas
Pula gestos e transpassa
A física
Caminha rumo a eternidade

                                    Luciano Viana

sexta-feira, 20 de julho de 2012

O vendedor


A caso não quer esse vaso?
Esse vaso bonito!
Leve-o para casa
E ganhe mais um amigo

Não, não, não quero
Isso pra mim é entulho
Tenho muitos amigos
E você não me da orgulho

Veja essa camisa
Contemple sua beleza
Seu corpo pede-a faminto
Realce sua grandeza
Mas será que não entendeu?!
Que não preciso de nada
Você passa de um louco
Com suas parafernálias

Mas que tal esse vestido
Leve-o para sua patroa
Ela lhe abrira um sorriso
E você poupara o bolso

Esta certo tudo bem
Mas me deixe em paz
Tome esses trocados
E fique para traz

Nossa que dia feliz
Enganei mais um trouxa
Como é bom ser vendedor
Me desfiz de mais um trambolho

                                      Luciano Viana

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Sonho


As cores do seu vestido
Em minha mente aplico
Te desenho em meu
Travesseiro
Depois durmo tranquilo

                         Luciano Viana

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Orvalho


Lá no horizonte
Caminha um velho triste
Que deixa cair nos montes
Suas lagrimas finas

                   Luciano Viana

terça-feira, 10 de julho de 2012

Banquete Infeliz


Comendo que nem um porco
Tomando vinho do porto
Alienados não percebem
Que o capitalismo os digerem

                            Luciano Viana

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Soldados


Somos guerreiros ferozes
Lutamos,  lançamos a sorte
Brindamos com sangue inimigo
Mais uma vitória

                               Luciano Viana

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Tudo esta perfeito


Velha banguela sorri
Criança se sente feliz
Bengala deixada de lado
Tudo esta perfeito de fato

                       Luciano Viana

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Patrulha


A meia noite treme a patrulha
Berros e gritos de morte
Gigantes cruéis na luta
Jovens lançados a própria
Sorte

                                   Luciano Viana

domingo, 1 de julho de 2012

Casa mal assombrada


A casa do velho monte
Parece mal assombrada
Gélidos ventos sussurram
Para mais um bêbado que
Passa

                                         Luciano Viana

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Ironia


Depois que se conhece a vida
A morte vira inimiga
Fugimos dela com pressa
E ela nos recebe tranquila

                                         Luciano Viana


quinta-feira, 28 de junho de 2012

Construir sorrisos


Que o mundo hoje seja mais feliz
Dependera somente de mim
Não vacilarei em tal missão
Construir com minhas mãos
Muitos sorrisos, admirarei
O brilho de cada um

Luciano Viana

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Poema


Em sua face lampejos
De saudade
Menina doce de riso
Frágil
Carrega em sua bagagem
Um misto de amor e medo

Luciano Viana

Direitos Autorais reservados.

Textos sob a proteção da lei 9.610/98 da criação intelectual. O uso não facultativo - total ou parcial - dos textos aqui exibidos será tido como crime de plágio.

Total de visualizações de página

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget