Traduzir

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Criança escondida

                                                                                                                           
É hoje vejo as coisas diferentes
Me sinto mais vivido,mais
Paciente
Tenho medo sim,mas não vejo
uma fuga Como algo atraente,

agora o enfrento com unhas e dentes
já faz um tempo que não brinco
de esconde-esconde,ou de pega-pega
ah que saudade de minha agitada
infância,como eu era sapeca!
Meus olhos tesem planos,agora
Visto terno,mas ainda pulsa uma
Criança,que fica escondida
Em meio desse futuro incerto








Luciano Viana

                                                                                      

Um comentário:

  1. nossa gostei muito,um texto rápido e simples
    mas cheio de sentimentos
    parabéns =)
    já seguindo

    http://rob-umarosaazul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Direitos Autorais reservados.

Textos sob a proteção da lei 9.610/98 da criação intelectual. O uso não facultativo - total ou parcial - dos textos aqui exibidos será tido como crime de plágio.

Total de visualizações de página

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget