Traduzir

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Agora É A Sua Vez.

É a história de uma garota que, agora, chora pela não correspondência de um grande amor. Durante muito tempo, ela dedicou todo o seu tempo a ele. E ele? Nunca via isso. Não enxergava que era o motivo da vida de alguém. A garota pensava nele em todo instante. Em todo momento, ela lembrava que ele era a sua razão de viver; sabia que, nele, encontraria a sua felicidade. E ele? Recusava a hipótese de que poderia ser feliz ao seu lado; sempre pensava, sempre dizia que ela nunca seria o suficiente para estar em sua vida; que não iria ocupar um lugar em seu coração. Ela, o amava profundamente. Sempre imaginava o toque entre os seus lábios. Seu corpo sempre ficava diferente quando ele se aproximava. Dentro de si, havia um amor que a consumia; que a cegava diante de qualquer defeito que Ele viesse a ter. Ela sentia que o brilho de seus olhos iluminava sua vida; que o seu sorriso lhe enchia de alegria. Gostava quando estavam próximos. E ele? Não dava nenhuma importância aos sentimentos dela, por mais que soubesse serem verdadeiros. Até observava ela, mas, para ele, foram toques quaisquer. Ela chegou a olhá-lo nos olhos e confessar todo o seu amor. Nunca fizera isso antes, porém, esse amor era mais puro e mais verdadeiro que qualquer outro sentido antes; e isso a levou a realizar tal fato. Para ele, isso não possuiu significado algum; apenas ficou como a ilusão de uma pobre garota. Esnobou seus sentimentos. E, mais uma vez, foi e motivo de muitas lágrimas. Ela, que sempre sonhava com o brilho daqueles olhos, os quais a garota costumava comparar com a clareza das águas do mar. Um completava o outro, mas ele não sabia disso; ela, além de saber, sentia e via. Sempre acreditou que poderiam ficar juntos, apesar de que todas as evidências mostravam o contrário. Acreditava que a clareza daqueles olhos poderia iluminar sua vida quando o Sol não estivesse presente. Um dia, porém, tudo mudou. O garoto de olhos perfeitos percebeu seu erro, seu grande erro. Já era tarde. A garota que vivia sofrendo, passou a esquecer tudo o que lhe entristecia. E ele? Percebeu, tarde demais, que ela era o grande amor de sua vida. E ela? Já não o amava mais ou, pelo menos, não tanto quanto antes. Cansou de dedicar seus sentimentos a quem não os valorizava. Cansou de derramar inúmeras lágrimas por uma pessoa insensível, uma pessoa para a qual sempre era a última opção; ou talvez nunca fora nenhuma delas. Agora, ela quer recuperar todo aquele tempo gasto em vão. Tempo este, que poderia ter sido gasto ela mesma, com o seu bem-estar, algo mais importante que um simples alguém. Ele foi o seu motivo para viver. Agora, ela é a razão pela qual todos os dias ele segue em frente. E ela? Sorri por saber que suas lágrimas não serão mais gastas por algo que pudesse ser a sua felicidade. Agora, ele chora porque sorria e esnobava quando teve a chance de ser feliz e não aproveitou. A garota vive feliz agora. E ele, não mais. Ela sabe o que é a vida. Ele lamenta por saber que a sua está perdida, sem rumo, porque seu grande amor está indo embora. A garota sorri. Ele chora. Ela vive. Ele sofre por não ter mais seu amor agora

Lanna Sena

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direitos Autorais reservados.

Textos sob a proteção da lei 9.610/98 da criação intelectual. O uso não facultativo - total ou parcial - dos textos aqui exibidos será tido como crime de plágio.

Total de visualizações de página

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget