Traduzir

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Destino.

Mais uma vez. É culpa dele novamente. O destino. Algo invisível, intocável, que parece estar querendo colocar um pouco de felicidade nesse coração sombrio, vazio, frio, que tanto já doeu, que tanto já chorou, porque, simplesmente, um grande amor não encontrou. E encontrou. Mas ficou como se não tivesse sido assim. Enfim. Algo tão lindo, tão frágil, tão doce, que quase chega a ser perfeito. Mas não tem jeito. Deixou um enorme buraco no fundo do peito. E eu aceito. Quem sabe seja ele novamente. O destino talvez esteja tentando me fazer entender o quão importante é a persistência nesse instante. Um leve sorriso se abre em minha face. E uma boa sensação o meu corpo invade. É ela. E, assim como o destino, tenta colocar felicidade nesse coração pequenino. Não mais o mesmo que antes. É ela. A esperança. Pequena como uma criança, mas conseguiu fazer de todo esse sofrimento apenas uma lembrança. Conseguiu fazer de mim uma mulher contente, que, felizmente, pode agora seguir com sua vida em frente. É a mesma mulher que, há um tempo, não vivia jamais. E agora vive, por saber que a felicidade existe. Sim, existe. E ela está comigo nesse momento, tomando o lugar de tanto lamento. Incompleta, mas existe. Só um pouco, mas existe. Apenas um pedaço, mas existe. E por que não completamente? O destino e a esperança agora abrem meus olhos. Desejam que eles enxerguem, mesmo que na mais profunda escuridão, esse resto de felicidade. O que falta para completar essa mulher. Mas, além disso, enxergo também onde está essa felicidade, o lugar certo onde ela se encontra. E, juntamente com o Destino, a Esperança, a Lembrança e a Felicidade, uma luz vem se aproximando de mim. Mas, qual? A voz da esperança me diz que é aquela que vai me fazer ver que o que me completa está em você. Um ser tão belo, tão singelo, que, junto com as cores, forma um elo pra enfeitar amores. Ainda caminho sobre aquela escuridão, em sua direção, mas a Luz mantém acesa a esperança em mim. É assim. Agora entendo que meus desejos, o que eu quero, o que eu espero, dependem unicamente do meu eu para se tornarem algo concreto. Depende de eu fazer a minha própria felicidade. Estar junto com você e, assim, fazer da minha vida uma verdade. Não que ela seja uma mentira, e sim algo tão curto, opaco, triste e conturbado, mas, com você, se torna bem mais amena. Meu coração agora é claro, porque nele está acesa a luz da esperança; cheio, porque tomaste todo o espaço que havia antes de você chegar; quente, porque, quando finalmente consegui te alcançar, te abraçar, eu pude sentir o calor de teu corpo. Algo a mais veio a surgir. É a Certeza. Ela faz da minha vida uma Beleza. Tudo em conjunto: Destino, Esperança, Lembrança, Felicidade, Luz, Você, Certeza, Beleza. Tudo isso ao meu lado. Em mim. Agora, digo que sou feliz. Porque tenho Você: tudo o que sempre quis

Lana Senna

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Direitos Autorais reservados.

Textos sob a proteção da lei 9.610/98 da criação intelectual. O uso não facultativo - total ou parcial - dos textos aqui exibidos será tido como crime de plágio.

Total de visualizações de página

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget